LIVING ON THE BRIGHT SIDE: ATÉ 30% DE DESCONTOLIVING ON THE BRIGHT SIDE: ATÉ 30% DE DESCONTO
TERMINA EM
00
DIAS
00
HORA
00
MIN.
00
SEG.
FECHAR PESQUISA

O que procura?

Filtrar por

Acabamento

Material

Cômodo

Preço

Dimensões

  • Comprimento

    Largura

    Altura

Categoria

Produtos

Ordenar por:

Produtos

Filtrar
Ordenar por:Ordenar

BUILDING THE FUTURE

Um projeto sem renúncias

Há muito tempo que a Hannun aposta pelo respeito pelo planeta e pelas pessoas.
E nada nos vai poder demover.

A matéria-prima

Cerca de metade dos nossos móveis são de madeira de exploração controlada e sustentável, extraída de florestas da Europa, certificada com os selos FSC e PEFC. A outra metade é elaborada com madeiras recuperadas para evitar que se possam converter em resíduos.

A matéria-prima tem sido sujeita a um aumento generalizado dos preços no mercado internacional. No último ano, a madeira de origem sustentável que utiliza a Hannun sofreu um aumento de até 80% no seu preço, enquanto que outras madeiras tiveram um incremento de 120%. Os preços da luz e do gás natural apresentam máximos históricos, chegando mesmo a triplicar o seu valor.

80%

Preço da madeira sustentável

<

120%

Preço outras madeiras

As pessoas

Artesãos

O artesanato é um ofício que merece umas condições de trabalho dignas para os seus profissionais, tanto a nível salarial como de horários, uma vez que se trata de um trabalho manual. Se queremos reavivar a economia local e tornar mais justo o sistema produtivo, é necessário evitar a produção em massa em grandes fábricas, frequentemente realizada em regiões nas quais se torna inviável cumprir com os acordos laborais internacionais.

Equipa

Na Hannun trabalhamos cada peça com mimo, analisando cada pormenor para que satisfaça os mais elevados padrões de qualidade e de sustentabilidade. Uma equipa de vanguarda em inovação, que trabalha para dar as soluções mais sustentáveis do mercado. Reajustamos anualmente os salários dos nossos trabalhadores para que não percam poder de compra de acordo com a subida do IPC (Índice de preços ao consumidor).

Em que estamos a trabalhar para não aumentar os custos?

Trabalho à distância

Toda a nossa equipa trabalha à distância. Com isto, evitamos o arrendamento e a manutenção de instalações. Trabalhamos com o melhor talento, e isto pode ser feito devido à nossa inovadora forma de gerir o talento.

Produção de acordo com a procura

Produzimos de acordo com a procura. Os nossos artesãos fabricam unicamente o que o cliente encomenda. Desta forma não geramos excesso de stock.

Segunda vida/oportunidade

Todos aqueles produtos que têm “perfeitas imperfeições”, mas que mantêm inalterada a sua qualidade, têm mercado no nosso Reuse Market.

Instruções digitais

As nossas instruções de montagem já não são em papel. Um pequeno gesto para evitar desperdiçar recursos de forma desnecessária.

Madeiras autóctones

Não exporamos madeiras de regiões tropicais. Damos prioridade às madeiras autóctones oriundas de árvores de crescimento rápido, perenes e coníferas, como o pinho (pinheiro) e o abeto.

Madeiras recuperadas

Apostamos por madeiras recuperadas de peças anteriores ou provenientes de desperdícios de serrações. É madeira de qualidade que já foi tratada anteriormente.

Made in Europe

Trabalhamos com ateliers artesanais da Europa, que realizam o envio ao cliente diretamente a partir das suas oficinas artesanais. Este fator reduz drasticamente a nossa pegada de carbono pelo facto de não se exporar a partir de territórios longínquos, o que faz com que os custos sejam mais reduzidos em termos de logística e de transporte.

Reajustamos os nossos preços para continuar a oferecer-lhe o melhor

A Hannun não está disposta a renunciar ao respeito pelo meio ambiente nem a abdicar das pessoas. Por isso, a nossa única solução é reajustar os nossos preços para poder continuar a oferecer a máxima qualidade em termos de qualidade e de sustentabilidade.

NÃO queremos

Reduzir a qualidade dos nossos móveis.


Produzir em países que não possam garantir a segurança e os direitos básicos dos trabalhadores.


Reduzir os nossos padrões de sustentabilidade.